Skip to main content

Muitos processos na rotina de uma empresa podem ser considerados simples, mas isso não significa que devem ser considerados sem importância e realizados por qualquer profissional. Afinal, qualquer erro pode gerar um grande problema para o empresário.

É o caso dos processos de lançamento no SAP MIGO e MIRO, que parecem simples, mas a sua realização requer profissionais capacitados.

Outro ponto importante que deve ser mencionado sobre eles é a ação repetitiva, além do consumo alto de tempo. Por essa razão, os processos são suscetíveis a erros e falhas humanas. Ou seja, envolvem uma gama de riscos, já que pequenas inconsistências podem prejudicar empresas e organizações.

Para que você entenda mais sobre os SAP MIGO e MIRO, detalhamos algumas informações importantes sobre eles e os cuidados necessários. Confira!

O que é MIGO?

O MIGO (Movement In Goods Out) consiste em um código, em meio aos processos no ambiente SAP, que é utilizado para verificar se uma remessa entrou ou saiu da empresa, o que permite uma atualização rápida do estoque e a confirmação do pagamento dos fornecedores.

O lançamento do MIGO é composto por várias etapas importantes, tais como:

  • A identificação do veículo responsável por trazer ou levar a carga;
  • A identidade do motorista encarregado pelo transporte;
  • Se as informações entre o XML e o pedido de compra são iguais;
  • Por fim, a realização do lançamento manual no SAP.

O que é MIRO?

O MIRO (Movement In Receipts Out), etapa posterior ao MIGO, é um código utilizado para verificar se as informações das faturas estão corretas e validar o compromisso de pagamento ao fornecedor, assim como gerar a base para recolhimento dos impostos e confirmar as faturas. Ou seja, as informações do documento físico são inseridas no SAP para validar o compromisso de pagamento.

Com isso, o MIRO possui um papel fundamental para garantir transparência em meio aos processos das áreas contábil, financeira, fiscal e, até mesmo, da produção.

Quais os problemas na hora de lançar em SAP MIGO e MIRO?

Os SAP MIGO e MIRO representam, respectivamente, a confirmação física e as perspectivas financeira e fiscal.

Contudo, é importante lembrar que todo processo é feito manualmente e não se pode deixar de considerar o grande volume de informações lançadas no SAP. Dessa forma, os erros são mais propensos, além da falta de garantia em relação à velocidade da operação.

Com isso, a situação certamente resultará em atrasos de pagamentos a fornecedores, inconsistências no controle de estoque, prejuízos financeiros e, especialmente, em uma série de problemas do ponto de vista fiscal.

Entretanto, é, sim, possível encontrar uma solução para trazer mais agilidade e segurança no lançamento em SAP MIGO e MIRO.

Solução para os problemas no lançamento em SAP MIGO e MIRO?

A solução mais eficaz para trazer ótimos resultados é através da tecnologia. Ou seja, automatizar os processos. Com isso, diminui as chances de problemas fiscais e de estoque, além de permitir que os colaboradores responsáveis sejam direcionados para outras operações importantes para a empresa.

Outras vantagens que a otimização oferece:

  • Diminuição de erros e falhas humanas;
  • Eliminação do retrabalho;
  • Aumento de produtividade;
  • Agilidade em meio aos processos;
  • Segurança no lançamento;
  • Redução de custos.

É importante lembrar que os processos são fundamentais para o crescimento da empresa. Afinal, não tem como gerenciar bem se não houver controle do que entra e do que sai, além da falta de organização fiscal e financeira.

Automatizar os lançamentos em SAP MIGO e MIRO é fundamental para evitar erros humanos e acelerar os processos. Para isso, conte com a Addvisor!

Com objetivo de proporcionar todos os benefícios possíveis com a automatização no lançamento em SAP MIGO e MIRO, a AddVisor Group desenvolveu o sistema AddTax, ele reduz a possibilidades de erros e inconsistências no processo de recebimento ao capturar os dados das notas fiscais diretamente dos órgãos emissores e registrá-las automaticamente assim que são recebidas.

A ferramenta também automatiza as entradas. Assim que o documento é inserido no sistema, todas as validações necessárias são realizadas imediatamente. Com isso, é possível antecipar problemas caso haja alguma inconsistência.

Além disso, o sistema AddTax automatiza NF-e, CT-e, NFS-e, MD-e e MDF-e. Ainda permite a implementação do AddDoc-e, módulo para documentos não fiscais que automatiza entrada de faturas, boletos, contas de concessionárias e recibos, entre outros.

Quer saber mais sobre o processo de emissões de documentos fiscais eletrônicos?

Dúvidas frequentes sobre SAP MIGO e MIRO

O que é MIGO?

MIGO (Movement In Goods Out) consiste em um código, em meio aos processos no ambiente SAP, que é utilizado para verificar se uma remessa entrou ou saiu, o que permite uma atualização rápida do estoque e a confirmação do pagamento dos fornecedores.

O que é MIRO?

O MIRO (Movement In Receipts Out), etapa posterior ao MIGO, é um código utilizado para verificar se as informações das faturas estão corretas e validar o compromisso de pagamento ao fornecedor, assim como gerar a base para recolhimento dos impostos e confirmar as faturas. Ou seja, as informações do documento físico são inseridas no SAP para, dessa maneira, validar o compromisso de pagamento.

Como solucionar as falhas manuais no lançamento em SAP MIGO e MIRO?

A solução mais eficaz para trazer ótimos resultados é através da tecnologia. Ou seja, automatizar os processos. Com isso, diminui as chances de problemas fiscais e de estoque, além de permitir que os colaboradores responsáveis sejam direcionados para outras operações importantes para a empresa.